Blockchain, DAO e mais inovações a caminho

Olá,

O mundo está vivendo uma nova onda disruptiva. Está dando conta de acompanhar? É muita coisa mesmo. Mas vamos tentar entender um pouco do que está acontecendo.

Blockchain

Com o advento das criptomoedas, a grande inovação que elas trouxeram não foram elas mesmas, e sim a tecnologia que está por trás de tudo isso: Blockchain.

De acordo com alguns especialistas, essa é a maior revolução desde o surgimento da internet.

Veja essa reportagem de Don Tapscott onde ele expõe sua opinião sobre a revolução que está acontecendo com a Blockchain.

Nas palavras dele:

Para mim, é como se estivéssemos novamente nos anos 1990 (quando a internet começou a se popularizar). Temos os investidores mais inteligentes, os programadores mais inteligentes, os executivos mais inteligentes, as pessoas em bancos mais inteligentes, o governo mais inteligente e os empresários mais inteligentes trabalhando nisso. Isso sempre é sinal de que algo grande está acontecendo.

Blockchain elimina terceiros

Em um sistema de pagamentos que usa a tecnologia blockchain, a liquidação da transação é realizada diretamente entre o usuário e o destinatário, de forma a não haver a necessidade de uma entidade central intermediando essa operação.

É como se fosse um livro razão distribuído, ou “ledger”. Só que esse ledger distribuído não precisa ser restrito apenas a transações financeiras. Qualquer transação que envolva um ativo pode ser liquidada nesse registrador global.

Novas ideias baseadas em ICO e tokens

Primeiro veio o bitcoin e com ele a blockchain. Anos mais tarde, outras plataformas foram surgindo, entre elas a Ethereum, com a criptomoeda ether. A ideia da rede Ethereum era evoluir o conceito da moeda virtual para uma plataforma mais genérica.

Com a Ethereum, o mundo foi percebendo que, além de servir para moedas, a blockchain poderia valer para um sem número de coisas. Você pode, por exemplo, manter dados de identificação de pessoas nos nós de uma blockchain e entregá-lo para quem precise. Você pode criar meios para divulgação e execução de serviços por exemplo, onde a entrega do serviço e o pagamento seriam feitos com utilizando essa tecnologia.

Então começaram a surgir empresas que adotaram essa plataforma para propor novas formas de serviço ou produtos. Basicamente, lança-se uma proposta para resolver algum problema específico. Esse projeto é divulgado para o mercado, e com ele um determinado número de tokens será produzido.

Caso você queira participar do projeto, você adquire alguns desses tokens, com dinheiro ou criptomoedas. Isso está sendo chamado de Initial Coin Offer – ICO. É a oferta inicial de moeda.

Depois do ICO, aquele token entra para a negociação diária e aparece nos sites de negociação de criptomoedas. Leia esse artigo para entender melhor os tokens ethereum (em inglês).

Tem uma ideia revolucionária? Você pode criar seu próprio token! É facil 🙂 ! Veja o passo a passo no site da Ethereum. Só precisa convencer o mundo todo de que você vai resolver algum problema que até hoje ninguém resolveu pra fazer com que comprem seus tokens… 🙁

Há um sem número de empresas proliferando nessa área. Tem muita ideia disruptiva, revolucionária, mas ainda são poucos os que estão entregando produtos de fato. Estão aparecendo muitas, muitas novas empresas.

Dá uma olhada nesse site. Veja quantos ICOs foram feitos nos últimos meses e estão programados para acontecer.

Esse outro faz uma busca por tokens ethereum existentes.

Veja esse exemplo. Descobri essa empresa quando entrei no site de mineração HashFlare para ver como andava a mineração do meu pedacinho de harware (para entender mais sobre mineração de bitcoins, veja esse artigo). É a polybius. A empresa promete desenvolver um mecanismo de validação global, de modo que você não precise usar cartões ou algo do tipo para realizar transações financeiras. Estão envolvidos no projeto pessoas que estiveram na criação do Hashcoin, Hashflare, Cryptopay entre outros.

Resumidamente, duas ideias estão presentes no projeto: Polybius foundation e Digital Pass. Seria algo como fornecer serviços financeiros aos usuários incialmente, e num segundo momento fornecer o serviço de armazenamento de dados individuais, o digital pass.

E teve ICO? Sim teve! Conseguiram dinheiro? Sim conseguiram!

Eles lançaram o token PLBT – Polybius token. No ICO, um token valia US$ 10. Foram adquiridos mais de 3,65 milhões de tokens PLBT, o que representou mais de US$ 31 milhões!

No site HitBTC você pode ver os primeiros dias de negociação do token, após o fim do ICO, em 05/07/2017. Veja na figura abaixo.

PLBTxBTC

No site Bittrex você também pode obter a cotação e valores de negociação de várias moedas digitais.

DAO

Como se não bastasse as revoluções citadas, já estão prevendo o fim das empresas nos moldes tradicionais daqui a alguns anos. E tudo gerido por quem? Adivinhou? Blockchain 😯

Estão chamando isso de DAO – Decentralized Autonomous Organization.

Explicando muito resumidamente: da mesma forma que empresas lançam tokens na blockchain, o DAO seria um contrato nessa rede também, mas com algumas diferenças. Em uma DAO, há um owner, que funciona como um CEO ou presidente. Qualquer membro pode lançar uma proposta de trabalho, que entrará em votação pelos membros da rede. Aprovada a proposta, o trabalho é feito e, após a entrega e votação, é feito o pagamento.

Esse artigo (em inglês) explica mais sobre o conceito, de uma forma mais alto nível

Para aprofundar nos detalhes, veja a apresentação da ideia no site da plataforma Ethereum

Veja nesse artigo mais um exemplo de proposta de implementação de DAO, mas nesse caso usando a blockchain DASH.

nesse outro artigo, um exemplo de um lançamento de projeto DAO que falhou, onde são discutidos aspectos de segurança nesse tipo de iniciativa.

Conclusão: O que fazer?

Tem como a gente se aproveitar de alguma forma de todas essas mudanças? É possível?

Tudo isso é muito novo, e, assim como na era de florescimento da internet, muitas coisas surgiram, empresas decolaram e de repente desapareceram, projetos receberam milhões e não entregaram nada etc.

Mas você pode ir buscando mais informações sobre o assunto. Quem sabe ir comprando um pouquinho de bitcoins, ou colocando um pouquinho de hardware para minerar bitcoins pra você? Pois ainda é possível minerar. Após os 21 milhões terminarem, só será possível adquirir a moeda de quem a tiver.

Os inúmeros projetos que estão surgindo são todos muito especulativos. Se você acredita em algum deles, estude bem, e quem sabe não dê pra entrar bem devagar, adquirindo alguns tokens? É tudo especulação nesse momento, mas quem sabe algum deles não seja de fato disruptivo, inovador?

Minha parte nisso é provê-lo de informações e ajudá-lo a compreender mais um pouco desse mundo novo que estamos vendo florescer. Onde isso vai dar?..

Um abraço!

Melhorar sua vida financeira só depende de você!

2 Comentários

  1. Andre Luis de Aguiar Lopes

    Boa noite!

    Neste tempo usando a hashflare, recomenda investir na mineração em nuvem ou recomenda a aquisição direta de bitcoin?

    Abraço e parabéns pelo conteúdo!

    • Olá André!

      Obrigado pelo comentário e feedback!

      A mineração está cada vez mais difícil. Mas ainda recebo satoshis. E a minha estratégia seria mesmo deixar lá minerando até ver aonde vai.

      Agora, vale a pena comprar direto ou minerar?

      A resposta depende muito da evolução no valor do bitcoin.

      Caiu muito a performance da mineração desde a época que eu adquiri meu pedacinho de hardware. O que eu paguei na época me renderia mais satoshis do que eu tenho hoje. Mas o bitcoin era US$600. Com o valor do bitcoin atual, eu já recuperei o valor investido na mineração, e o que vier é lucro.

      Talvez, hoje, o valor a ser investido em mineração possa até render mais satoshis do que adquirindo diretamente, pois o bitcoin tá caro. Mas é uma aposta.

      O que eu faria: Compra um pouco e minera um pouco. Você ganha com os dois.

      Um abraço!

Deixe uma resposta