Tesouro INdireto

Olá,

Esse artigo é sobre previdência privada. Mas então que título é esse?

Já te explico. Antes disso, gostaria de te perguntar:

Você investe o dinheiro que você poupa em previdência privada? OK. Me responda então, rapidamente:

  • Qual a taxa de administração?
  • Qual a taxa de carregamento?
  • Qual a rentabilidade mensal?
  • Quanto você vai obter de renda ao final?

As três primeiras você até pode saber, o que eu acho difícil pois quase todos os planos de previdência não deixam isso claro. A última pergunta, essa é bem difícil de responder… isso porque a rentabilidade depende da tábua biométrica que estará valendo na época da concessão do benefício. Ou seja, torna-se uma missão quase impossível.

Mas, voltando à questão inicial:

Por que Tesouro INdireto?

Vamos considerar que eu estou procurando uma previdência privada para mim. Eu quero saber, além das taxas e tudo mais, onde meu dinheiro está sendo aplicado (afinal o dinheiro não rende na previdência privada por mágica não é mesmo?).

Vou analisar as opções da BrasilPrev (isso é apenas para exemplificar, não estou sugerindo nada!). No site deles, encontrei o seguinte plano:

PlanoPrevidencia_BB

Ao clicar no regulamento, depois de ler bastante coisa, cheguei ao item “Da aplicação dos recursos”, que continha, entre outras coisas, o trecho abaixo:

“Art. 54. Os recursos do plano serão aplicados em cotas dos seguintes FIE´s:

BRASILPREV RT FIX IV FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA, e registrado no CNPJ sob n.º 03.600.987/0001-73”

OK. Consegui identificar um dos fundos no qual o plano de previdência irá aplicar. O próximo passo é ir ao site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), fazer uma busca com o CNPJ e entender onde esse fundo investe.

Como o próprio nome diz, o fundo investe em cotas de outros fundos de investimento. Metade do patrimônio dele está no fundo BRASILPREV TOP TPF FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA.

Mais uma consulta no site da autarquia, agora com o CNPJ desse segundo fundo, e temos:

fundos_investimento

Veja isto: mais de 60% do patrimônio do fundo é de títulos públicos. Quer ir um pouco além? Se escolhermos o código 210100, por exemplo, do título que vence em 01/09/2021, e fizermos uma pesquisa no site da CETIP, vamos ver que são Letras Financeiras do Tesouro (LFTs) que vencerão em 2021.

Em resumo:

O plano de previdência privada investe em fundos que investem em títulos do tesouro.

Ou seja, você está investindo INdiretamente no tesouro direto! Com pequenas diferenças: Ótimas taxas de administração (para quem vende o plano, claro!), taxas de carregamento, de saída. E uma rentabilidade no final que é praticamente impossível de prever.

Leia mais:

 – O maior risco do Tesouro Direto

 – Tesouro Direto: títulos de longo prazo ou prazos menores com reaplicação?

Previdência Privada?


Casal_Previdencia_Privada

Eu gostaria de te perguntar:

Você coloca dinheiro em previdência privada? Consegue identificar claramente todas as taxas envolvidas?

Cada um faz o que julga ser o mais correto, mas você precisa entender exatamente o que está fazendo para seu dinheiro poder render de fato e te dar uma boa aposentadoria. Há casos em que pode valer a pena a previdência privada (planos em que as empresas que aportam 100% a mais do valor aportado pelo funcionário, por exemplo).

Eu já fiz aportes em previdência. Hoje, depois de entender que estava perdendo dinheiro, parei. Não retirei ainda por causa dos impostos, mas isso é assunto pra outro artigo.

Gostou das informações? Tem alguma dúvida? Fique à vontade para comentar!

Um abraço.

Melhorar sua vida financeira só depende de você!

Deixe uma resposta